Procurar…

A história de Tebas é uma das mais antigas e complexas da mitologia grega. Tebas era uma poderosa cidade-Estado localizada na Boeotia, na Grécia Antiga. A narrativa de Tebas está repleta de eventos trágicos, conflitos familiares e intervenção divina. Aqui está uma versão resumida da história de Tebas:

  1. Fundação de Tebas:
    Tebas foi fundada por Cadmo, filho do rei fenício Agenor. Cadmo foi enviado por seu pai para procurar sua irmã Europa, que havia sido sequestrada por Zeus, disfarçado de touro. Cadmo chegou à Grécia e recebeu a ordem de fundar uma cidade onde uma vaca sagrada parasse para descansar. Ele seguiu as instruções e fundou a cidade de Tebas.
  2. Rei Laio e a Profecia:
    Laio se tornou o rei de Tebas e se casou com Jocasta. No entanto, Laio foi amaldiçoado por Pélias por ter raptado e estuprado Crisipo, filho do rei. Como resultado da maldição, Laio foi informado pelo Oráculo de Delfos de que seria morto por seu próprio filho. Com medo da profecia, Laio e Jocasta abandonaram seu filho recém-nascido, Édipo, nas montanhas.
  3. Édipo e o Enigma da Esfinge:
    Édipo cresceu e decidiu visitar Tebas, inconsciente de sua verdadeira identidade. No caminho para a cidade, ele se deparou com a Esfinge, uma criatura mítica com corpo de leão e cabeça de mulher, que atormentava a cidade com um enigma. A Esfinge só permitiria a passagem para aqueles que pudessem responder corretamente ao enigma. Édipo conseguiu resolver o enigma da Esfinge e libertou Tebas do seu domínio.
  4. Édipo como rei de Tebas:
    Por sua vitória sobre a Esfinge, Édipo foi aclamado como herói e tornou-se o rei de Tebas. Ele se casou com Jocasta, sem saber que era sua mãe. Édipo e Jocasta tiveram filhos juntos, o que aumentou ainda mais a tragédia familiar. Eventualmente, a verdade sobre a relação de Édipo com Jocasta foi revelada, causando grande sofrimento e culminando no suicídio de Jocasta e na cegueira autoinfligida de Édipo.
  5. Guerras contra Argos e os Epígonos:
    Após a morte de Édipo, seus filhos, Etéocles e Polinices, deveriam alternar-se no trono de Tebas. No entanto, Etéocles recusou-se a ceder o trono a seu irmão. Polinices fugiu para Argos, onde casou-se com a filha do rei e formou um exército para atacar Tebas. Isso deu início à guerra entre Tebas e Argos, conhecida como “A Guerra dos Sete contra Tebas”. A guerra culminou na morte de Etéocles e Polinices, ambos se matando em combate.

Essa é uma

4,4 rating based on 33 ratings

4,4 rating based on 33 ratings

Por gilberto.botaro@gmail.com

Eu sou um artista habilidoso ajudando você a criar coisas realmente bonitas e significativas em seu nicho. Meus trabalhos são esteticamente agradáveis em todas as formas e padrões. Trabalho com empresas e indivíduos e sempre encontro uma abordagem não padronizada para a tarefa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *